terça-feira, 12 de junho de 2012

Resultados da Conferência do ISEOR, em Lyon

Amigos,
Missão cumprida! Apesar da diversidade dos temas abordados, foi muito interessante perceber como o nosso trabalho está alinhado com o atual pensamento da gestão organizacional focado nos aspectos intangíveis das empresas. Dentre os trabalhos apresentados, pude destacar os seguintes tópicos de reflexão:
1.     Gerenciar coisas e processos é diferente de gerenciar pessoas, sendo necessário desenvolver mecanismos específicos para tal;
2.     Em relação às mudanças organizacionais, não adianta somente mudar meios físicos e processos. É preciso também promover mudanças nas pessoas, comportamentos e culturas;
3.     Há necessidade de se desenvolver métricas específicas para os intangíveis;
4.     O comportamento dos líderes influencia o desenvolvimento da empresa como um todo. Por isso, é preciso capacitá-los em práticas de gestão, objetivando mudanças culturais que propiciem um novo modelo organizacional mais moderno e empreendedor, principalmente nas empresas de pequeno e médio porte;
5.     O conhecimento, por ser uma fonte de riqueza e desenvolvimento para as empresas, é um dos três ramos dos sistemas de gestão que deveria ser tratado com a mesma ênfase que os demais; e
6.     A falta de uma cultura de disseminação do conhecimento é fonte de custos ocultos e retrabalho.
Neste contexto está a marca como elemento consolidador e representativo de muitos desses fatores - conhecimento, cultura, comportamento - justificando a busca de métodos objetivos e confiáveis para mensuração do seu valor.

Clique AQUI para ver a apresentação. Voilà!

Nenhum comentário:

Postar um comentário