quarta-feira, 7 de junho de 2017

Sinal de recuperação do Brasil: soma do valor das marcas brasileiras mais valiosas cresce 70%.

Deu no portal Observatório da Comunicação Institucional:

Depois de mais de uma década analisando marcas na Kantar e na WPP comprovamos a importância da construção de marca para enfrentar cenários economicamente complicados...

LINK - http://observatoriodacomunicacao.org.br/inventario/sinal-de-recuperacao-do-brasil-soma-do-valor-das-marcas-brasileiras-mais-valiosas-cresce-70/

segunda-feira, 5 de junho de 2017

Donos da hashtag. Por Marco Antonio de Oliveira.


Deu n'O Globo de 22/05/2017 (P. 17):

A hashtag ou o sinal do jogo da velha, mais conhecida pelo seu símbolo #, consiste na junção deste sinal acompanhado de uma palavra, expressão ou frase. As hashtags podem conter de slogans a movimentos sociais e marcas...

LINK - https://oglobo.globo.com/opiniao/donos-da-hashtag-21367007

domingo, 7 de maio de 2017

Do 'clipping' O.C.I.

Diretora do YouTube diz que empresa quer conquistar confiança de agências.

Como, se o 'randômico' da rede é sua glória?

quarta-feira, 26 de abril de 2017

AGORA É OFICIAL!


A Sociedade Educativa 'Observatório da Comunicação Institucional' (O.C.I.) inova e lança:

AUDITORIA FUNCIONAL DA COMUNICAÇÃO com aferição do Índice de Transparência Ativa

- Se você é gestor e quer saber se a sua organização é transparente, contrate

- Se você é profissional experiente no campo da Comunicação e quer ser um auditor, credencie-se

DIA 23/05 - 18 horas - São Paulo: no Congresso Mega Brasil de Comunicação - Sala Turquesa 6.

ENTRADA FRANCA!

segunda-feira, 27 de março de 2017

Qual é a essência da sua marca? Por Lucas Saad.


O consumidor tem exigido cada vez mais das marcas presentes no mercado. Se você tem uma marca, deve saber que ela não pode simplesmente vender um produto: a ela devem estar atrelados os valores e a filosofia daquela determinada empresa. Com essa mudança de comportamento por parte do público consumidor, a essência de uma marca tornou-se algo fundamental. Mas afinal, o que é essa essência?

A essência nada mais é que uma extensão da filosofia e dos valores de seus fundadores a um produto ou serviço oferecido no mercado. De uma maneira geral, essência é aquilo que é básico, a mais importante característica de um ser ou de algo, o que lhe confere uma identidade, um caráter, criando associações nas pessoas que acabam orientando suas escolhas. Por exemplo: é muito difícil encontrar um entusiasta da Harley-Davidson ou da Apple comprando produtos concorrentes. Isso acontece justamente pela forte relação emocional que o público tem com essas marcas, as associações com seus estilos de vida e suas aspirações.

Agora você deve estar se perguntando: como eu descubro essa essência? É justamente aí que entra o trabalho do branding — ou gestão estratégica de marcas —, realizando todo um estudo para resgatar e entender os reais valores de determinada empresa e seus fundadores. Depois de descoberta a real essência da marca, ela deve ser deve ser difundida em todos os setores da empresa e absorvida pelo público, para que assim sua autenticidade seja percebida de maneira consistente.

Toda marca tem sua essência, seus valores, mesmo que eles não estejam muito claros a princípio. Quando uma empresa se preocupa com sua essência, demonstra que seu propósito vai além de meras relações comerciais e que deseja fazer parte da vida daqueles que convivem com a marca.

Lucas Saad é fundador e diretor da saad branding+design
>

terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Neste 1o. de março...

... aniversário da cidade do Rio de Janeiro – que tão bem nos acolheu pessoal e profissionalmente –, apresentamos o PROFFICE Consultório de Relações Públicas.

Entre em contato – a casa é sua:


marcondesneto@yahoo.com | 21 99490-0711 | www.proffice.net.br

quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

Logomarca da cidade é, mais uma vez, mudada.

Deu n'O Globo de hoje (P. 11). E o Observatório da Comunicação Institucional também 'clipou':

Logomarca da Prefeitura do Rio é alterada para a gestão de Marcelo Crivella. Cor azul foi trocada pela verde e a ordem do texto também foi modificada. Alteração foi estabelecida em decreto publicado no Diário Oficial. Esta, a seguir, não vale mais...

COMENTÁRIO

E a absurda 'troca de logomarcas' prossegue. A cada 4 anos, gasta-se dinheiro do contribuinte para satisfazer um capricho do novo alcaide.

Está mais que na hora de se estabelecer - em lei - que uma cidade tem, assim como um hino e uma bandeira (patrimônios históricos e culturais), um brasão e uma 'marca'.

Muito embora saibamos que mais leis não garantem... uma discussão do assunto no âmbito do poder Legislativo talvez elevasse o nível das preocupações da municipalidade e se decidisse proibir (re)gastar recursos públicos com esse tipo de cosmética inútil, dispendiosa (porque todas as placas-tapume - e outras publicações - têm, sempre, que ser substituídas) e descaracterizadora cultural renitente.

Imaginemos... só para um exercício lúdico... que se mudasse a logomarca do refrigerante a cada novo gestor da Coca Cola Indústrias (não das engarrafadoras da marca, mas da empresa internacional detentora da marca)... Talvez fosse medida suficiente para agradar, justamente, os... críticos da bebida... uma vez que a tresloucada medida, muito possivelmente, levaria a uma redução da demanda.

Veja a nova logomarca (um caso - literal - de 'greenwashing') - http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/logomarca-da-prefeitura-do-rio-e-alterada-para-a-gestao-de-marcelo-crivella.ghtml